28/08/2016

Dorama: Mars [TW-Drama]


Olá, como estão?
Eu no momento estou tentando colocar as postagens em dia e postar tudo o que tenho vontade de recomendar para vir falar sobre outros assuntos, não que essas postagens me impeçam de fazer isso, é que depois poderei fazer com mais liberdade, sem me preocupar com nada. Além disso queria riscar esses itens da listinha, porque estou pretendendo, talvez, futuramente, bem futuramente participar de um concurso no Wattpad de me comprometer a escrever pelo menos 10.000 palavras em história em 30 dias (Desafio de escrita em 30 dias - simplesmente escreva). 
Eu sou uma pessoa bem procrastinadora, infelizmente, e não é algo totalmente proposital, mesmo que eu realmente tenha vontade de fazer algo então sempre acabo enrolando,principalmente na escrita, quem acompanha Toque de Sedução que escrevo sabe do que estou falando, então acho que participar do concurso seria algo legal.
Enfim, parando de falar de mim e voltando com uma recomendação bem diferente, hoje eu irei falar sobre o drama Mars, que foi um que encontrei aleatoriamente enquanto assistia uns videos no Youtube e acabei o encontrando e decidi assistir. Ele é um drama mais maduro de cunho psicológico, mas que vale a pena assistir. Além disso, me viciei totalmente na OST dele. 


X
Título: 戰神 / Zhan Shen/ Mars
Gênero: Romance, Drama, Suspense, Ação
Idioma: Tailandês
Elenco: Vic Zhou, Barbie Hsu
Assistir/Download: [AQUI]

Sinopse: Han Qi Luo (Barbie Hsu), uma estudante de arte extremamente tímida foi para a mesma faculdade como Chen Ling (Vic Zhou), um garoto despojado e popular. Por acaso um dia eles se conheceram em um parque quando Ling pediu a direção a um hospital para visitar seu amigo que foi ferido em um incidente de corrida de moto. Apressadamente Qi Luo desenhou um mapa, sem saber que ela estava aproveitando um de seus esboços. Ela fugiu antes que ele pudesse agradecer-lhe. Ele, então, percebeu o esboço de uma mãe segurando um bebê e ficou emocionado com a intensidade na pintura. Depois de alguns acontecimentos os dois voltam a se encontrar, se conhecer e perceber que ambos tem histórias trágicas em seu passado, que precisavam ser abordados e superados antes que eles pudessem aceitar e amar um ao outro livremente.

X

Esse pra mim foi mais um daqueles dramas que você não coloca tanta fé no começo, estranha tudo, mas no meio do drama já está torcendo pelo casal para que fiquem juntos e resolvam logo seus problemas, apesar de que o problema deles é mais complexo. Eu estranhei muito quando comecei a assistir, os protagonistas e até um pouco o enredo, pois estava acostumada com coisas mais alegres e não tanto maduro, porque Mars trata também de um assunto sério. 

Mars conta a história de Chen Ling, o garoto mais popular da escola que tem uma paixão por corridas de moto e acaba se envolvendo com a tímida Qi Luo que sempre faz de tudo para evitar os homens. 
Ling e Qi Luo estudam na mesma faculdade, mas ele só se dá conta dela, quando ela mostra o caminho para o hospital para que ele visite um amigo. Morrendo de vergonha ela desenha um esboço em uma folha e sai correndo, sem perceber que o fez em um de seus desenhos, por qual Ling acaba se emocionando por se tratar de uma mãe segurando um bebê. 

Qi Luo é bem fechada e passava a  maioria do seu tempo desenhando e pintando e não se deu conta que logo viraria o centro de atenção de Ling, que passava a ignorar a escola e a falar com a garota estranha, com o tempo os dois passam a se conhecer e vão se envolvendo cada vez mais.
 
               "Se continuar sem dizer nada"                         "... Tenha cuidado"                                       
 
                  "Eu poderia usar a minha língua"                 "Para abrir a suca boca"                              


O que eu mais gostei em Mars foi que, o relacionamento do casal era bem forte, no sentido de não ser abalado por qualquer coisinha boba,  ou duvidarem um do sentimento do outro. Eles passaram por muitas coisas juntos; obstáculos, traumas e problemas não resolvidos.  Mars, no começo parece ser só mais um clichêzinho do Playboy e a mocinha tímida, mas vai além disso, bem além.

Além disso também tem os personagens secundários que chega em certo momento e você só sabe se perguntar " O que?", porque eles tem uma mudança brusca. Qing Mei que quase mata Qi Luo e no outro já está a apoiando e Ah Bin que quase mata Ling em outro episódio e no outro já estão amigos. É claro que gostei por não ter gastado tantos episódios nisso pra ficar cansativo, mas foi uma atitude de repente, muito súbita. É claro que depois você começa a se cativar pelos personagens também...

Vamos falar dos personagens menos amados...
Tem também o Da Ye que se interessa por ela, mas desiste logo, ao perceber o que ela sente por Ling.

Tem também Sha Zhi; vamos lá explicar outro chichê cansativo aqui "a ex namorada que volta depois de anos, quando o casal já está se aprofundando na relação, achando que é só dizer uma coisinha ou outra que ele vai voltar pra ela, como se nada tivesse acontecido", sério, não deu para engolir a personagem com todo o seu draminha e chororo, com direito a beicinho e birrinha quando as coisas não saiam como ela queria. E é claro, Tong Dao, é sério, se você acha que já viu um personagem logo em doramas, é porque você não conhece esse, era louco, mas louco mesmo. Ele fazia de tudo para infernizar a vida dos dois, tanto que você acha que ele vai melhorar e vai lá e piora mais ainda.

E por último, mas não menos importante, o nojento padrasto da Qi Luo. Não dava para engolir em nenhum momento aquele sujeito, nem quando ele se fingia de inocente. Quando disse que o drama era mais maduro e psicológico e que tratava de um tema delicado, referia-me o estupro. Não dava para não ficar aflita com os traumas da menina, o medo que ela tinha e as inseguranças, tanto que quando uma simples porta se abria, ela já tinha medo de ver o covarde ali.

Essa foi uma cena que me tocou/cativou um pouco

É quando Ah Bin (Se não me engano) questiona Ling de o porque Qi Luo sempre evitar garotos, e ele pergunta quando ela começou a fazer isso. Então ele fica com algo na cabeça e quando os ois estão lá, juntos e as coisas estão "esquentando", ela começa a ficar meio nervosa e o empurra, mas não é como se ele tivesse insistido por maldade, queria ver a reação dela com isso e por causa do trauma dela ela acaba empurrando ele e depois, então explica o que aconteceu e ele a conforta.
  

Aliás, o doramas tem varios beijos dignos, quem assiste doramas deve estar acostumado só com aqueles selinhos e etc, Mars não deixa a desejar.

Ling e Qi Luo tem um romance muito intenso gente, eles enfrentam de tudo mesmo, um verdadeiro amor

 Mais uma das cenas mais tocantes pra mim é essa de quando Ling vê a pintura que a Qi Luo fez dele. Pessoas, por uma razão (que vocês descobrem logo no começo do dorama) Ling não se olha no espelho, é meio que um trauma sabe? Mas deixou Qi Luo pintar ele, para saber como ela o via e se ele conseguiria olhar a sí mesmo. A pintura ficou linda e mostrou tudo que é o Ling nela, e a reação dele quando viu gente foi tão linda que senti como se os sentimentos que passaram pelo Ling foi comigo. O melhor foi quando o guarda chamou Ling para ele não colocar a mão na pintura e ele olhou pra trás e os caras ficaram surpresos como se a pintura tivesse vida.* [Extraído daqui]




Os personagens são fortes e todos tem muitos traumas e problemas psicológicos e mentais, Ling e Qi Luo passam por muita coisa juntos, e além disso ele também tem seus traumas.
O drama também abordou um pouco as corridas de moto que era uma paixão de Ling. Gente, eu VICIEI naquela música, acho que já ouvi ela mais de trezentas vezes, sério, eu sempre colocava, e ainda coloco ela para tocar e fico ouvindo varias vezes seguidas.

Música de abertura: Ling (Zero) - Ke You Lun.



A música é a que toca na abertura; sabe aquelas que vai de conquistando de pouco a pouco e quando você percebe já está ansioso para ouvir de novo na abertura e até canta junto? Então, ela me conquistou aos poucos e quando percebi já estava baixando ela e ouvindo um milhão de vezes. Assistia a abertura mais por causa da música, porque geralmente assisto só a primeira abertura de algo e depois pulo, mas aqui foi diferente. 
Super viciante essa música, combinou com o drama e enrendo.

P.S: Acabei colocando a música para tocar, então tive que parar para ouvi-la e agora voltei para escrever ouvindo o finalzinho dela, he he. *-*
Ouçam também a versão instrumental (piano), é algo mais triste e lento, mas é tocante. Linda.

Música de encerramento: Let Me Love You - Barbie Hsu e o Vic Zhou



Tenho que dizer que me cativou bastante esse dorama, ele tem todo aquele drama psicológico com personagens fortes e marcantes, eu sempre preferi os mais alegres e com comédia porque não tinha psicológico para dramas do tipo, mas confesso que não me arrependi. super valeu a pena, e se você está na dúvida se assiste ou não, pelo menos dá uma chance para os dois primeiros episódios e depois diz o que achou.

Agora vou parar de falar do dorama por aqui antes que eu conte toda a história dele. 


P.S²: Voltando a ouvir essa música de encerramento que eu não tinha mais, deu vontade de assistir o drama de novo.

Até a próxima. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ރ Respeite a todos e não ofenda ninguém.
♮ Não gostou do blog? Não precisa sair xingando, ofendendo todo mundo, aceito sugestões, mas tenha educação.
ރ Pode deixar o link do seu blog que retribuo a visita.
♮ Caso não obedeça as regras seu comentário não será publicado

Desenvolvido por: Mhylla | Base de Menu: Mundo Blogger | Mais: